quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Comportamento agressivo com relação a colegas motivou recomendação.
Dois jornalistas foram mortos na Virgínia, durante transmissão ao vivo.

 

 Imagens postadas em redes sociais mostram momento em que o atirador aparece no vídeo durante a entrada ao vivo (Foto: Reprodução)Imagens postadas em redes sociais mostram momento em que o atirador aparece no vídeo durante a entrada ao vivo (Foto: Reprodução)

 

 Memorandos internos mostram que a chefia de reportagem da WDBJ7, afiliada da CBS, pediu para Bryce Williams, suspeito de matar dois ex-colegas de trabalho na Virgínia, nos Estados Unidos, buscar ajuda médica, de acordo com reportagem da rede britânica BBC.

O chefe de reportagem, Dan Dennison, observou que Williams, cujo nome nos registros oficiais é Vester Lee Flanagan II, apresentava comportamento agressivo com relação aos colegas, ainda segundo o texto da BBC publicado nesta quinta-feira (27).

A repórter Alison Parker, de 24 anos, e o cinegrafista Adam Ward, de 27, foram baleados enquanto participavam de uma transmissão ao vivo em Virginia, nos Estados Unidos, na manhã de quarta-feira (26). A entrevistada, que ficou ferida nas costas, passou por cirurgia, mas passava bem nesta quinta.

Após o crime, Williams publicou o vídeo que registrou os disparos. Ele alegou que Alison Parker tinha feito cometários racistas e Adam Ward fez uma reclamação sobre ele no departamento de Recursos Humanos. Nesta quinta-feira (27), flores e homenagens foram feitas na sede da emissora em Roanoke. 

 

Flores foram colocadas na sede da emissora em Roanoke, na Virgínia, em homenagem à repórter Alison Parker e ao cinegrafista Adam Ward. (Foto: Don Petersen/The Roanoke Times via AP)Flores foram colocadas na sede da emissora em Roanoke, na Virgínia, em homenagem à repórter Alison Parker e ao cinegrafista Adam Ward. (Foto: Don Petersen/The Roanoke Times via AP)

 

 

 

Fonte: G1

 

Equipe paraense não conseguiu repetir a atuação realizada na quinta-feira passada e foi derrotada dentro de casa

 

 

A torcida correspondeu, mas o time do Paysandu Sport Club não repetiu a atuação de quinta-feira passada, no Maracanã, e acabou derrotado pelo Fluminense por 2 a 1 no Mangueirão, dando adeus à Copa do Brasil.
O Tricolor carioca venceu o segundo confronto das oitavas de final e agora aguarda o sorteio para saber quem será o seu adversário na próxima fase. Já o Papão precisa mudar de foco imediatamente, pois no sábado (29) recebe o Bragantino (SP) pela 21ª rodada da Série B do Brasileiro. Cícero e Marcos Júnior marcaram para o time de Xerém. Yago Pikachu, de pênalti, descontou para os donos da casa.

 Betinho foi expulso com 11 minutos em campo (Foto: ORM News)Betinho foi expulso com 11 minutos em campo (Foto: ORM News)  Com um jogador a menos, o Papão perdeu a força ofensiva e viu o time de Xerém controlando a partida até o final.




Fonte: Portal ORM

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Mais 19 mil pessoas conseguiram trabalho no Pará no segundo trimestre

 

No segundo trimestre de 2015, foram verificados quase 3,4 milhões de pessoas com mais de 14 anos ocupadas no Estado do Pará. São cerca de 19 mil trabalhadores a mais do que no mesmo período de 2014 (3,3 milhões) - aumento de 0,57%. Os dados são da Pesquisas por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados ontem. De acordo com o levantamento, o nível de ocupação, no Pará, alcançou 56% da população. Esse percentual de abrangência é 0,9 ponto percentual (p.p.) inferior ao apresentado no segundo trimestre de 2014 (56,9%) e 0,2 p.p. menor em relação à proporção nacional (56,2%).
O número de desocupados aumentou 30,7%, variando de 254 mil para 332 mil, entre abril, maio e junho de 2014 e abril, maio e junho de 2015. A taxa de desocupação no Estado ficou em 8,9%, acima do percentual observado para todo o Brasil (8,2%). Em números absolutos, o Pará registrou 3,7 milhões de pessoas na força de trabalho, com capacidade para participar dos processos praticados no mercado, sendo mais de 3,3 milhões de ocupados e 332 mil desocupados.
A Pnad Contínua produz informações sobre a inserção da população no mercado de trabalho e suas características, tais como idade, sexo e nível de instrução, permitindo o estudo do desenvolvimento socioeconômico do país. A cada trimestre, a pesquisa investiga 211.344 domicílios particulares permanentes em aproximadamente 16 mil setores censitários, distribuídos em aproximadamente 3,5 mil municípios.
No Pará, a parcela populacional com mais espaço no mercado de trabalho tinha entre 25 e 59 anos. Cerca de 2,4 milhões dos ocupados estavam nesse grupo, no segundo trimestre de 2015. Entre os desocupados, a faixa etária destacada está entre 18 e 39 anos de idade, com cerca de 254 mil pessoas com 14 anos ou mais de idade sem emprego. A taxa de desocupação é maior entre os paraenses com idade entre 18 e 24 anos (19,6%) e entre aqueles com idade entre 14 e 17 anos (15,8%).

Foto: Ministério do TrabalhoFoto: Ministério do Trabalho      Fonte: Portal ORM 

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Levantamento feito pelo IBGE mostra que 88 mil pessoas dizem ter algum tipo de deficiência

 

No Pará, aproximadamente 88 mil pessoas (1,1% da população) possuíam deficiência física, como paralisias, amputações, deformidades e nanismo, de acordo com a 3ª Pesquisa Nacional de Saúde, produzida entre 2013 e 2014 e divulgada na última sexta-feira (21), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com a presença do ministro da Saúde, Arthur Chioro. O percentual era maior entre homens (1,4%) do que entre as mulheres (0,8%). De acordo com o estudo, 0,4% dos deficientes do Estado (32 mil indivíduos) nasceu com a deficiência e 56 mil (0,7%) adquiriram por meio de alguma doença ou acidente.
Os dados levantados pelo IBGE também revelam que 6,2% da população brasileira têm algum tipo de deficiência. A pesquisa considerou quatro tipos de deficiências: auditiva, visual, física e intelectual. Entre os tipos de deficiência pesquisados, a visual é a mais representativa e atinge 3,6% dos brasileiros, sendo mais comum entre as pessoas com mais de 60 anos (11,5%). O grau intenso ou muito intenso da limitação impossibilita 16% dos deficientes visuais de realizarem atividades habituais como ir à escola, trabalhar e brincar.
Entre os 44 mil cidadãos com deficiências intelectuais, no Estado, 37 mil nasceram deficientes (0,5% do total da população), oito mil foram acidentados ou ficaram doentes (0,1%), 21 mil possuíam deficiência em grau intenso ou muito intenso de limitações, chegando a não conseguir realizar atividades habituais (47,1%), 15 mil não tinham limitações das atividades habituais (32,9%) e 23 mil frequentavam algum serviço de reabilitação total. 

Foto: Paula Sampaio/ O LiberalFoto: Paula Sampaio/ O Liberal       Fonte: Portal ORM

 

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Esquema contava com a participação de servidores das três esferas

 

Foto: Polícia FederalFoto: Polícia Federal   Sete pessoas já foram presas na operação 'Madeira Limpa', da Polícia Federal em parceria com o Ministério Público Federal, com objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em comércio ilegal de madeira em Belém e interior do estado. A ação também acontece em Manaus (AM) e Florianópolis (SC). Segundo a polícia, o esquema contava com a colaboração de servidores públicos, municipais, estaduais e federais, mediante pagamento de vantagens. O prejuízo mínimo estimado ao patrimônio público é de R$ 31,5 milhões.

A ação, que foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (24), deve cumprir 22 mandados de prisão preventiva, um de prisão temporária, 41 de busca e apreensão, além de 10 mandados de condução coercitiva. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal para os municípios de Santarém, Belém, Itaituba, Uruará, Alenquer, Monte Alegre, Óbidos, além de Manaus e Florianópolis.
Entre os locais onde a polícia cumpre mandados de busca e apreensão estão a sede do Incra de Santarém; sede do Ibama e Secretaria de Meio Ambiente, em Belém; e nas Secretarias de Meio Ambiente de Óbidos e Alenquer.
Em um dos locais, a polícia encontrou um malote de dinheiro, cujo valor total ainda não foi informado. 
Crime - A operação 'Madeira Limpa' é resultado de oito meses de investigações que mostraram que o esquema envolvia a titulação de áreas para elaboração de planos de manejo, que serviam para liberar créditos florestais. Liberados os créditos, estes eram movimentados através de empresas, em sua maioria fantasmas, e utilizados para acobertar madeira extraída ilegalmente de locais diversos do plano aprovado. 



Fonte: Portal ORM

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

A suspeita é de que as vítimas estavam sem cinto de segurança

 

 Um acidente envolvendo um caminhão e uma van, no quilômetro 18 da rodovia BR-230, em Altamira, sudoeste paraense, deixou três pessoas mortas no final da noite desta quinta-feira (20). Segundo informações da Polícia Militar, o caminhão, que vinha em sentido contrário na via, bateu na lateral da van. A suspeita é que as vítimas estavam sem cinto de segurança.

 Foto: Polícia MilitarFoto: Polícia Militar   Com o impacto da batida, Charlene Machado da Cunha, Luzineide Sousa Valadares e um homem, que ainda não foi identificado, morreram no local do acidente. Após o choque, o motorista do caminhão fugiu e ainda não foi localizado. O caso foi registrado na delegacia do município de Novo Repartimento. 



Fonte: Portal ORM

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

O casal enviou um comunicado à imprensa na tarde desta quarta-feira, 19

 

Foto: EGO

Chegou ao fim o casamento de Joelma e Chimbinha. A notícia foi divulgada na tarde desta quarta-feria, 19,pela assessoria de imprensa da banda do casal, a Calypso. Leia a íntegra do comunicado:
"A Great Assessoria, responsável pela assessoria de imprensa da Banda Calypso, informa que chega ao fim o casamento de Joelma e Chimbinha. A união de 18 anos deu fruto a dois filhos maravilhosos, projetos e parcerias tanto na vida pessoal quanto profissional como a Banda Calypso, maior banda independente do país e que conta com mais de 15 milhões de discos vendidos. Queremos ressaltar que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria permanecem recíprocos. Informamos também que os compromissos profissionais da Banda Calypso seguem normalmente com agenda por todo o Brasil. Contamos com o carinho e a compreensão de todos para que esse momento seja preservado."
Os boatos da Separação de Joelma e Chimbinha começaram a circular no final do mês passado. No entanto, procurada pelo EGO, a assessoria da dupla negou o fim do casamento. "Essa informação não procede, eles continuam juntos", garantiu o porta-voz dos músicos na época.
Joelma e Chimbinha são pais de um casal. Um jovem de 19 anos, Yago, que cursa administração de empresas nos Estados Unidos, e de Yasmin, 11.



Fonte: Portal ORM

Objetivo da medida é garantia do atendimento aos consumidores, diz ANS.
15 operadoras desrespeitaram prazos de atendimento e outras regras.

 

 Está suspensa, a partir desta quinta-feira (20), a comercialização de 73 planos de saúde de 15 operadoras por não cumprimento dos prazos de atendimento e por outras queixas de natureza assistencial, como negativas indevidas de cobertura. 

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), mais de 3 milhões de beneficiários serão diretamente protegidos pela medida, uma vez que as operadoras terão que resolver os problemas assistenciais para que possam receber novos consumidores.
Paralelamente à suspensão, 52 planos de saúde que estavam com a comercialização interrompida poderão voltar a ser comercializados, já que comprovaram melhoria no atendimento ao cidadão.

A lista de planos suspensos está disponível no site da ANS.
A medida é resultado do 14º ciclo do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da ANS.
Das 15 operadoras com planos suspensos nesta etapa, 11 constavam na lista de suspensão do período anterior. Das quatro que não estavam na última lista, duas terão a comercialização de planos suspensa pela primeira vez. Além de interromper a venda, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multa que varia de R$ 80 mil a R$ 100 mil.
Desde o início do Programa de Monitoramento, 1.140 planos de 155 operadoras já tiveram as vendas suspensas e outros 976 planos voltaram ao mercado após comprovar melhorias no atendimento.




Fonte: G1