quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

WhatsApp tem mais de 600 milhões de usuários em todo o mundoWhatsApp tem mais de 600 milhões de usuários em todo o mundo Foto: Divulgação

TERESINA — O juiz da Central de Inquérito da Comarca de Teresina Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia, determinou que a companhia de telefonia Vivo suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial o WhatsApp em todo o país.
Ele informou que o motivo da suspensão do Whatsapp em todo o Brasil não pode ser explicado porque a ação tramita em segredo de Justiça.
A empresa de telefonia Vivo foi comunicada da decisão do juiz Luiz Moura Correia em 19 de fevereiro por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.
O prazo para a suspensão é de 24 horas e atinge os domínios whatsapp.net e whatsapp.com.
"Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial, em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados", determina o juiz Luiz Moura Correia.
O juiz Luiz Moura Correia diz, em sua sentença, que a empresa de telefonia deve garantir a suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores da aplicação de trocada de mensagens multiplataforma denominada WhatsApp, em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional.
A Vivo ingressou com recurso na Justiça para cassar a decisão tomada pelo juiz Luiz Moura Correia em 11 de fevereiro, antes de cumpri-la.








Fonte: Site Extra

Pelo menos 17 pessoas ficaram feridas.
Ônibus escola e trator se envolveram na colisão em rodovia do Maine.

 

 Carros ficaram empilhados após acidente com mais de 70 veículos em estrada do Maine, nos EUA, nesta quarta-feira (25) (Foto: Maine State Police And Maine Emergency Management, Stephen McCausland/AP)Carros ficaram empilhados após acidente com mais de 70 veículos em estrada do Maine, nos EUA, nesta quarta-feira (25) (Foto: Maine State Police And Maine Emergency Management, Stephen McCausland/AP)

 

Mais de 70 carros se envolveram em um acidente nesta quarta-feira (25) em uma rodovia no Maine, nos Estados Unidos, deixando pelo menos 17 pessoas feridas, informou a polícia local.
O acidente aconteceu na rodovia Interstate 95, perto de Bangor, durante a manhã. Diversos carros, um ônibus escola e um trator se envolveram na colisão.
Equipes de emergência tiveram que escalar os carros para conseguir alcançar motoristas que ficaram presos nas ferragens. A polícia estdual disse que este foi o maior acidente no estado em mais de 15 anos.
Não foi possível identificar o que causou o início do acidente. Havia neve na pista – por isso, falta de visibilidade e pista escorregadia podem ser alguns dos motivos.







Fonte: G1

 

Sessão especial sobre reclamações de consumidores será realizada dia 10

 

 Foto: Ary Souza/ Arquivo O LiberalFoto: Ary Souza/ Arquivo O Liberal 

Um dia depois da reunião com os executivos da Equatorial Energia sobre os problemas causados pela Celpa aos consumidores paraenses, os deputados estaduais repercutiram na tribuna da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), em tom de indignação, as alegações feitas pela concessionária de energia, no encontro de terça (24). 
As queixas quanto aos maus serviços prestados pela empresa e a precariedade do sistema de fornecimento de energia elétrica na Região Metropolitana de Belém e, sobretudo, no interior do Estado, pautaram boa parte dos debates na sessão ordinária de ontem. A grande expectativa na Alepa, agora, é pela realização da sessão especial que voltará a discutir a atuação da Celpa no Pará. A sessão estava marcada para quinta-feira, 5 de março, mas foi transferida para o dia 10 de março, uma terça-feira, para não coincidir com a audiência pública da Câmara dos Deputados, pedida pelo deputado federal Arnaldo Jordy (PPS-PA), que será no dia 5, às 9h, no Centur, também para discutir os problemas da Celpa.
Da tribuna, o deputado estadual Miro Sanova (PDT), disse que em recente viagem ao município de Ulianópolis, no sudeste paraense, visitou escolas que dispõem de aparelhos de ar-condicionado, os quais não funcionam pela falta de energia firme, obrigando os alunos a estudarem sob forte calor, em ambientes abafados.
Para Sanova a majoração do valor da tarifa de energia praticada no Pará, uma das mais caras do Brasil, não é de responsabilidade da Celpa, mas da Agência Nacional da Energia Elétrica (Aneel), no entanto, ele foi taxativo ao cobrar maior qualidade nos serviços oferecidos pela empresa aos paraenses. 
“A Celpa não está aqui de graça, ela está faturando. Todo paraense sente no bolso o preço que paga. Paga caro e ainda tem um fornecimento de péssima qualidade’’, afirmou o representante do PDT. “O diretor Nonato Castro (da Celpa) veio aqui e nos disse que em quatro anos, ela estará entre as melhores concessionárias nacionais. Torço para que isso aconteça, mas vou acompanhar cobrando, porque hoje ela está na lista das piores em prestação de serviços do País”, completou Sonava.
Líder do Governo na Casa, Eliel Faustino (PSDB) também se mostrou insatisfeito com as razões da empresa em defesa dos atuais valores da tarifa e do atendimento aos paraenses. “Boa parte sem convencimento algum’’, avaliou Faustino. Ele argumentou que o Estado do Pará vem sendo ‘’vilipendiado’’ pelo governo federal, que não abre mão da volumosa carga tributária do setor elétrico nacional. “Nós não ganhamos com a produção de energia. O modelo tarifário nacional não leva em consideração a área ambiental impactada ambientalmente, entre outras questões. A regulação da Aneel aprofunda o abismo entre o Norte e o Sudeste’’, observou o deputado. “Vou cobrar explicações sobre taxa abusiva e a má qualidade do serviço, esse é o nosso papel enquanto deputados’’, assinalou Eliel.











Fonte: Portal ORM

 

 

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

A atriz foi vista pela primeira vez desde que foi declarada a morte de sua mãe que lutava contra o câncer, e foi consolada por seus parentes. 

 

 Ainda na quinta-feira, 19, após ser declarada a morte de Betty Lou Motes, mãe de Julia Roberts, a atriz foi vista em sua casa em Los Angeles, na Califórnia, recebendo parentes e amigos que claramente tentavam confortar Julia por sua perda. Betty estava internada no hospital Saint John’s Health Center na mesma cidade, e com 80 anos, lutava contra um câncer nos pulmões.A notícia veio quase um ano após o suicídio da meia-irmã da atriz, Nancy. Betty estaria morando com Julia e sua família na Califórnia desde a morte da filha no dia 9 de fevereiro de 2014.

 

Julia Roberts recebe carinho de parentes (Foto: Grosby Group/Agencia)Julia Roberts recebe carinho de parentes (Foto: Grosby Group/Agencia)

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: EGO 

Sem falar com a imprensa desde que foi anunciado o resultado positivo do primeiro exame antidoping surpresa relativo ao seu combate contra Nick Diaz pelo UFC 183, Anderson Silva quebrou o silêncio na madrugada desta sexta-feira e utilizou as mídias sociais para, ao seu modo, responder à suspensão preventiva por uso de substâncias proibidas. Em sua conta no Instagram, o Spider postou mensagens em português e inglês reafirmando estar tranquilo e com a verdade, que será revelada a seu tempo. Veja abaixo o texto postado pelo lutador.

“Não falarei nada sobre quem sou ou que fiz e passei até chegar aqui.
O que me importa agora é o respeito dos que me acompanharam até este momento da minha carreira.
Sangrei, sofri e lutei porque amo e porque sempre quis honrar e defender a bandeira do país que tanto amo.
Não sei do que me desculpar, pois ainda aguardo o resultado dos exames e a análise dos médicos e especialistas que trabalham para revelar a verdade.
Todos os remédios que tomei desde a minha fratura estão sendo analisados. Busco a verdade tanto quanto todos que se surpreenderam com os resultados divulgados.
Em dezoito anos de carreira, nunca tive problemas com exames. Sempre joguei limpo. Nunca fui trapaceiro.
Dentro e fora do octógono jamais vacilei no respeito aos princípios que sempre me pautaram. Com muita honra e dignidade defendi meu País onde quer que lutei.
Nunca usei qualquer substância para aumentar minha performance nas lutas.
Amo o que faço e jamais poria em risco o que levei tanto tempo para construir.
Acho injusta a pressa que alguns têm em me condenar.
O tempo que se leva para destruir uma reputação é infinitamente menor do que aquele empenhado em construí-la.
Sou o maior interessado no esclarecimento desse episódio. Quero que os que sempre me prestigiaram saibam que continuo lutando para que todas as sombras sobre esse triste episódio sejam dissipadas.”





Anderson Silva Instagram















Fonte: SporTV

Os três acusados de arrombamento e de saquear objetos de valor

 

 Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação 

A Polícia Civil flagrou, nesta quinta-feira (19), a operação "Império", em Salinópolis, nordeste paraense, para combate às ações criminosa. Foram presos em flagrante três acusados de arrombamento e de saquear objetos de valor. Os presos são Evellyn Rayana Blanc, 20 anos; Leonardo Santos Correa, 23, de apelido "Leozinho", e Adriano Saraiva Mendes, 27, conhecido como "Muré".
Segundo o delegado Augusto Damasceno, titular da Superintendência da Região Integrada de Segurança Pública do Caeté, por volta de 4 da madrugada de quarta-feira passada, "Muré" entrou em um carro particular, de onde subtraiu diversas semi-jóias estimadas no valor de R$ 3 mil, além de um notebook e outros objetos de valor.

Os produtos saqueados foram revendidos para "Leozinho", que entregou para Evellyn com objetivo de ocultá-los. Após o flagrante, Evellyn e "Leozinho" foram enquadrados pelo crime de receptação e associação criminosa. Já "Muré" vai responder pelo crime de furto pelo cometimento durante o repouso noturno e associação criminosa. O trio já é conhecido na cidade pela prática delitiva.
"Leozinho já possui passagem pela polícia por tráfico de drogas, consumo de entorpecentes, e furtos em residência", detalha o delegado, ao ressaltar que "Muré", por sua vez, possui extensa lista criminal, com prisões pelos crimes de roubo qualificado pelo emprego de arma, tráfico de drogas, consumo de entorpecentes, porte de arma branca, furto com arrombamento, e dano qualificado.











Fonte: Portal ORM

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Três pessoas que estavam no veículo de passeio morreram e apenas uma sobreviveu

 

 Fotos: Keo PauloFotos: Keo Paulo  

Mulher, filha e neto viajavam na rodovia BR-010 em Ipixinua do Pará, na tarde desta quarta-feira (18), quando colidiram frontalmente com um caminhão no quilômetro 206 da via. 
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a família seguia de Belém com destino a Paragominas, no nordeste do Estado. No veículo de passeio apenas uma pessoa sobreviveu, a namorada do condutor.
O motorista do caminhão, que também saiu ileso, informou que o veículo menor teria sido surpreendido com o carro na contramão, não dando tempo para impedir o choque.









Fonte: Portal ORM

A ANS também anunciou a reativação de 43 planos de saúde que estavam com a comercialização suspensa

 

 Foto: Arquivo (Agência Brasil)Foto: Arquivo (Agência Brasil)   

A partir de hoje (19), 70 planos de saúde de 11 operadoras estão suspensos por determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O anúncio foi feito na semana passada diante de reclamações de usuários sobre questões como descumprimento de prazo de atendimento e negativa indevida de cobertura.
Dessas 11 operadoras, oito já tinham planos em suspensão no ciclo de monitoramento anterior; três não constam na última lista de suspensões e uma tem plano suspenso pela primeira vez. A suspensão, de acordo com a ANS, é preventiva e perdura por três meses. A estimativa é que a medida proteja cerca de 580 mil beneficiários.
Ao mesmo tempo, a ANS anunciou a reativação de 43 planos de saúde que estavam com a comercialização suspensa, pois houve comprovada melhora no atendimento ao cidadão nos últimos três meses.
Dados da agência indicam que há hoje no país 50,8 milhões de consumidores com planos de assistência médica e 21,4 milhões com planos exclusivamente odontológicos. Desde o início do programa de monitoramento, 1.043 planos de 143 operadoras já tiveram as vendas suspensas e 890 voltaram ao mercado após comprovar melhorias no atendimento.







Fonte: Portal ORM