terça-feira, 29 de julho de 2014

Marília Gomes confessou que assassinou o menino e escondeu o corpo em um sofá 

 

Mãe chegou a ir à delegacia buscando informações sobre o menino (Record Minas).

  A mulher que confessou ter matado o próprio filho, de dois anos, foi quem fez o último registro do garoto. Em um vídeo, Keven Gomes Sobral aparece dizendo "te amo" para a mãe.
Além de ter assassinado a criança com um golpe na cabeça, Marília Cristina Gomes escondeu o corpo dentro de um sofá, na casa dos tios de Keven. O cadáver só foi encontrado nessa segunda-feira (28), quatro dias depois do crime.

Nas imagens, Marília se declara para o filho, que responde dizendo "te amo". A jovem foi presa em flagrante por ocultação de cadáver.
A mãe de Keven foi quem acionou a Polícia Militar dizendo que o menino tinha desaparecido enquanto ela limpava a casa, na última quinta-feira (24). No domingo (27), ela inclusive esteve na Delegacia de Desaparecidos buscando informações sobre o filho.
O corpo foi encontrado nessa segunda-feira (28), na casa dos tios do garoto, que estavam viajando no fim de semana. De acordo com a Polícia Militar, Marília estava deitada quando seu cunhado chegou de viagem com a esposa. Eles moram em residência vizinha e a mulher se levantou pois o casal não estaria conseguindo entrar na residência. Segundo ela, a porta do imóvel teria sido arrombada para uma vistoria do Corpo de Bombeiros durante a ausência do casal e o proprietário teria trocado a fechadura.
Dessa forma, o cunhado arrombou a porta dos fundos da casa para que eles conseguissem entrar e, logo que adentraram, sentiram um mau cheiro no imóvel e notaram uma poça de sangue. Segundo a PM, o corpo de Kevin Gomes estava dentro do sofá, cuja parte de trás estava rasgada.



Fonte: Do R7 com Record Minas

Resultado de exame microbiológico foi divulgado nesta segunda (28).
Proprietário deve isolar área e sinalizar proibição do acesso de pessoas.

 

 Lagoa fica localizada no bairro Amparo (Foto: Reprodução/ TV Tapajós)Lagoa fica localizada no bairro Amparo (Foto: Reprodução/ TV Tapajós)

 

 A “Lagoa Azul”, descoberta nos últimos dias no bairro Amparo, em Santarém, oeste do Pará, está contaminada com coliformes fecais e produtos químicos, segundo pesquisa feita pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e divulgada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) nesta segunda-feira (28).

A pesquisa microbiológica foi feita a partir da coleta da água na semana passada. O exame comprova que o local é impróprio para o uso.
De acordo com o secretário de meio ambiente, Podalyro Neto, foram encontrados cromo, cobre e níquel acima do permitido. “São elementos que são carreados pelo processo de lixiviação. É impróprio para banho e consumo imediato, nem para matar sede nem para usar em alimentos. Não é recomendável o contato com a água. Pode causar problemas ligados à pele e até estomacais e intestinais com o uso contínuo", informou.
O próximo procedimento é a notificação do proprietário da área para que o material seja isolado e sinalizado, informando a proibição do acesso.
A lagoa se formou por meio de escavações para a retirada de areia do local. A agua é oriunda da chuva. Contudo, não foi possível identificar o que provoca a coloração azulada.
A secretaria ainda vai investigar se o proprietário tem licença para a extração de minérios no terreno. Caso seja concluído que a área não teve licença ambiental ou que foi pedido e não liberado pelo órgão ambiental e, mesmo assim, o proprietário resolveu explorar sem a licença de operação, serão abertos procedimentos administrativos. “Que incluem multa, embargo e encaminhamento ao Ministério Público Estadual, que decide se avança com instauração de procedimento criminal”, ressalta o secretário.

                                 Análise inicial apontou que quantidade de oxigênio é significativa (Foto: Reprodução/ TV Tapajós) 
                                          Pesquisadores colheram material para exame.(Foto: Reprodução/ TV Tapajós)



Fonte: G1 (Santarém)

 

quarta-feira, 23 de julho de 2014







Na última quarta-feira, dia 16 de julho, após vistoriar as obras da avenida Independência, o governador Simão Jatene seguiu para o novo Ginásio Poliesportivo, que faz parte do complexo do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. O ginásio, capaz de ser sede de eventos do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), além de ter espaço para shows e eventos culturais, segue os padrões internacionais de infraestrutura e tem capacidade para 11.970 expectadores e 400 cadeirantes.
A obra – que também obteve recursos via empréstimo junto ao BNDES – segue em ritmo acelerado, e toda a estrutura passa por um rígido controle de qualidade e segurança. O engenheiro responsável pela obra, Luiz Gomes Filho, explica que todas as fundações estão prontas e que, a cada concretagem, é feito teste de resistência e carga.
O ginásio contará com uma quadra, preparada para diversas modalidades esportivas, igual à quadra do Maracanazinho (que fica no Rio de Janeiro), feita de madeira maciça com sistema flexível. O espaço também será completamente climatizado, com cobertura formada por telhas termoacústicas, oferecendo mais conforto para o público. Inicialmente serão 224 vagas de estacionamento para os visitantes. O projeto também abriga áreas destinadas para restaurantes, policiamento e atendimento médico.
O Ginásio Poliesportivo do Estádio Olímpico do Pará segue o mesmo padrão arquitetônico do Mangueirão, mantendo a unidade visual do complexo. O projeto foi aprovado pelo Ministério Público na área de acessibilidade e tem rampas e elevadores de acesso para a arquibancada, tribuna e para as oito cabines de imprensa. A acessibilidade também foi pensada para a área destinada aos atletas, com espaços adaptados e, inclusive, um vestiário específico para pessoas com necessidades especiais.
Por ser um espaço multiuso, que abrigará não apenas eventos esportivos, mas culturais, o ginásio também vai contar com espaço para palco removível e toda a infraestrutura de apoio, como camarins, área exclusiva de acesso de autoridades e artistas, espaço de monitoramento do público e outros serviços. O engenheiro Luiz Gomes Filho conta que várias empresas estão interessadas nesse novo espaço de entretenimento da capital paraense.
O ginásio tem também algumas curiosidades. A estrutura abriga 900 toneladas de aço, 22 mil metros cúbicos de concreto e 92 mil metros quadrados de formas. Estão sendo usadas 750 estacas, que, somadas em linha reta, equivalem a 16 quilômetros, a mesma distância entre o bairro do Bengui e o centro de Belém. Todo aterro retirado da obra é distribuído gratuitamente para as associações comunitárias dos bairros do entorno do Mangueirão.

Bruna Campos
Secretaria de Estado de Comunicação 

Foto: Cristino Martins/ Agência Pará do Notícias

Fonte: http://www.seel.pa.gov.br

Aeronave da companhia TransAsia fez pouso em Penghu.
Segundo a imprensa local, pelo menos 40 pessoas morreram.

 

Um avião da companhia aérea TransAsia fez um pouso de emergência nesta quarta-feira (23), no arquipélago de Penghu, em Taiwan, deixando pelo menos 40 mortos, informaram as agências Reuters e France Presse, com base na imprensa local.
Ainda não há informações sobre o que causou o acidente.
Segundo a agência taiwanesa Focus Taiwan, o avião foi forçado a pousar em uma vila de Penghu por volta das 17h35 locais (4h35 de Brasília).
De acordo com a Focus Taiwan, 58 pessoas estavam a bordo. Sete feridos foram encaminhados para um hospital local. Segundo a agência, acredita-se que os outros 51 passageiros tenham morrido.
A aeronave operava o voo GE222, que saiu do aeroporto de Kaohsiung, no sul de Tawian, com destino ao aeroporto de Magong, em Penghu.
Autoridades de transporte de Taiwan disseram que o avião pegou fogo após pousar no fim de uma pista.
Moradores locais disseram ter ouvido o barulho de explosões.

A inflação calculada para o mesmo período ficou em 3,80%.
Reajustes mais expressivos foram do tomate e da abóbora.

 

 Tomate está até R$ 2 mais barato nos supermercados de Presidente Prudente  (Foto: Reprodução/TV Fronteira) Tomate foi o produto que sofreu o maior reajuste no semestre. (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

 

Pesquisas realizadas pelo Dieese/PA em feiras, mercados e supermercados da Grande Belém revelam que mesmo com algumas quedas verificadas em junho, no comparativo de preços do primeiro semestre de 2014, a maioria dos produtos hortis tiveram elevações de preços, com reajustes que chegaram a mais de 30%. Ainda segundo o Dieese, a inflação calculada para o mesmo período ficou em 3,80%.
No mês de junho, a maioria das hortaliças, verduras e legumes comercializados na capital  apresentaram altas de preços em relação ao mês de maio. Os reajustes mais expressivos foram do quilo do tomate, com crescimento de 5,19%; da abóbora, com alta de 4,55%; do cheiro verde, com alta de 2,26%.
Ainda em junho, alguns produtos apresentaram quedas de preços, como a beterraba, com recuo de 11,68%; a cebola, com queda de 3,65%; o o repolho, com queda de 2,48% e a  cenoura, com queda de 2,36%.
No primeiro semestre, a maioria dos produtos tiveram aumentos expressivos de preços  e  muitos acima da inflação calculada para o período em 3,79%. Segundo o Dieese, os aumentos de preços mais expressivos ocorridos no primeiro semestre de 2014 foram registrados nos seguintes produtos:
 
Tomate, com alta de 34,68%;
Alface, com alta de 32,33%;
Repolho, com alta de 30,17%;
Beterraba, com alta de 27,71%;
Batata, com alta de 22,76%;
Maxixe, com alta de 22,17%;
Salsa, com alta de 18,37%;
Couve, com alta de 18,09%;
Quiabo, com alta de 16,37%;
Jambu, com alta de 14,58%;
Cheiro Verde, com alta de 14,29%;
Cariru, com alta de 12,50%;
Cebolinha, com alta de 10,75%;
Alfavaca, com alta de 8,45%.

 

quinta-feira, 17 de julho de 2014



Caminhonetes e veículos de luxo eram os alvos preferenciais dos suspeitos.
Foram apreendidos munições, documentos e manuais dos veículos.

 

Polícia apreendeu documentos e manual dos veículos, incluindo a chave reserva e as placas dos carros.de mais documentos e telefones celulares. (Foto: Divulgação/Polícia Civil do Pará)
Polícia apreendeu documentos e manual dos
veículos, incluindo a chave reserva e as placas dos
carros. (Foto: Divulgação/Polícia Civil do Pará)











Policiais de Marabá, no sudeste do Pará, prenderam três homens suspeitos de envolvimento com uma quadrilha de roubo, desmanche e revenda de veículos. O trio agia de maneira articulada: um deles seria o responsável pelo roubo dos carros e pela negociação da venda dos veículos; o outro suspeito atuaria como um dos receptadores e responsável por fazer a montagem dos automóveis, e um terceiro seria o revendedor, que procurava o consumidor final dos automóveis roubados. Apenas um deles confessou o crime à polícia.
  Segundo o delegado Carlos Eduardo Vieira, diretor da Seccional, a quadrilha especializada em roubar caminhonetes e veículos de luxo estava sendo investigada há aproximadamente dois meses. No momento da abordagem, os suspeitos estavam se deslocando em um veículo com placa clonada. Os suspeitos estavam com documentos falsificados e durante busca realizada na residência de um deles, foram encontradas três munições de calibre 12, documentos de caminhonetes e manual dos veículos, incluindo a chave reserva e as placas de veículos de outros estados, além de mais documentos e telefones celulares.
Ainda de acordo com informações do delegado, a quadrilha é uma organização aparentemente grande que pode ter ramificações em vários estados. "Já identificamos atividades no Mato Grosso, Maranhão e São Paulo", afirmou.

Em ações desse tipo, o veículo é roubado em um estado e encaminhado para outro, onde é comercializado principalmente para fazendeiros em zonas rurais, tirando esses automóveis do controle da fiscalização.

Os suspeitos foram encaminhados à Seccional de Polícia Civil, em Marabá, onde foram autuados em flagrante por associação criminosa armada, receptação qualificada e uso de documento público falso.

Fonte: G1 Pará

 

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Suspeita de raptar bebê é presa (Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)


A suspeita de sequestrar um bebê de quase dois meses, no último domingo (13), no bairro do Marco, em Belém, foi presa na noite desta terça-feira (15).
Segundo a Polícia Civil, Andrea Jeane foi encontrada em uma área de mata fechada, na BR-010, em Santa Maria do Pará, nordeste paraense. De acordo com a polícia, ela preparava-se para fugir para o Maranhão.
A polícia informou ainda que a mulher confessou o crime e que ela será autuada por tentativa de homicídio com dolo eventual, já que ela deixou uma criança de dois meses em um matagal, e por sequestro e abandono de incapaz.
Andrea Jeane havia trabalhado com a mãe da criança. Ela teria aproveitado um momento de descuido da mãe para, junto com outro homem, levar a criança de dentro da residência dos pais. A menina foi encontrada no final da noite de domingo, em uma área de mata, próximo ao município de São Miguel do Guamá.
Ela está presa na delegacia de Santa Maria e deve ser transferida para Belém ainda hoje á noite.
A polícia informou que investiga a possível participação de outros dois homens no crime.

Fonte: (Antonio Santos/DOL)

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Após fim de semana, trânsito é intenso na BR 316 (Foto: Arquivo/Diário do Pará)Mais de um veículo por minuto está passando na barreira da PRF em Marituba. O trânsito está lento e os condutores precisam de paciência. (Foto: Arquivo/Diário do Pará)


O fluxo de veículos é intenso na BR-316 na manhã desta segunda-feira (14), sentido Ananindeua-Belém. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 80 a 100 veículos estão passando por minuto na barreira da corporação em Marituba.
Além de vários carros particulares, vans e ônibus que trazem de volta as pessoas que foram aproveitar o segundo final de semana de julho nos balneários paraenses, muitas pessoas da região metropolitana de Belém estão seguindo para seus empregos.
Segundo a PRF, a expectativa é que o fluxo de veículos diminua até o fim da manhã e se intensifique novamente no fim da tarde. Não foram registrados acidentes graves até o momento.
Mais informações em breve.

(DOL)